Ajuda:Guia de pronúncia/Latim

Guia de pronúncia dos idiomas
Wiktionary with mike.svg
Registros sonoros

VogaisEditar

O latim distinguia vogais por duração e, com exceção de a, abertura. Cada vogal longa durava duas sílabas e equivalia a uma. Porém, a duração das vogais raramente era marcada—se era, a vogal era duplicada, como são as consoantes geminadas, ou levava um acento agudo, na época conhecida como ápex; o i, por sua vez, não levava o ápex—era simplesmente estendido.

Correntemente, recomenda‐se que as vogais longas levem mácrons (linhas horizontais acima) e as vogais curtas levem bráquias (semicírculos invertidos acima). Se a duração é incerta, a vogal é marcada com ambos diacríticos.

Vogal Descrição fonética Pronúncia Escritas alternativas Exemplos
a central aberta não arredondada curta /a/ [ä], longa /aː/ [ä.ä] ā̆, curta ă, longa ā ămā /a.ˈm.rɛ/ “amar”
e anterior média não arredondada curta /ɛ/ [ɛ], longa /eː/ [e.e] ē̆, curta ĕ, longa ē spӗēs /ˈspɛ.kɪ.s/ “vista”
i, obsoleto j anterior fechada não arredondada curta /ɪ/ [ɪ], longa /iː/ [i.i] ī̆, curta ĭ, longa ī ĭgnīɪ.ɡn/ “para o fogo”
o posterior média arredondada curta /ɔ/ [ɔ], longa /oː/ [o.o] ō̆, curta ŏ, longa ō cōnsĕqŭŏr /ˈkn.sɛ.kuɔr/ “vou depois”
u, obsoleto v posterior fechada arredondada curta /ʊ/ [ʊ], longa /uː/ [u.u] ū̆, curta ŭ, longa ū ūnŭs.nʊs/ “um”
y anterior fechada arredondada curta /ʏ/ [ʏ], longa /yː/ [y.y] ȳ̆, curta y̆, longa ȳ rhthmŭs /ˈrʰʏtʰ.mʊs/ “ritmo”, būtȳrŏn /buː.ˈt.rɔn/ “manteiga”

Observação: A vogal y era exclusiva a empréstimos do grego antigo; era uma transcrição do upsilon grego.

SemivogaisEditar

As semivogais apenas podiam ocorrer contíguas a vogais. Em posição intervocálica, a semivogal i era frequentemente duplicada, como em cŭĭŭs /ˈkʊi.iʊs/ “cujo”; em empréstimos do grego antigo, a semivogal u também era duplicada nesta posição.

Para a semivogal v, recomenda‐se a escrita u ou ŭ após q.

Semivogal Descrição fonética Pronúncia Escritas alternativas Exemplos
i, j anterior fechada não arredondada /i/ [i̯] ĭ ĭăcĕōia.kɛ.oː/ “jazo”
u, v posterior fechada arredondada /u/ [u̯] ŭ vĕnĭōuɛ.nɪ.oː/ “venho”

DitongosEditar

Mesmo durando duas sílabas, cada ditongo era considerado uma sílaba.

Ditongo Descrição fonética Pronúncia Escritas alternativas Exemplos
ae central aberto para anterior médio não arredondado /ae/ [äe̯] æligatura á–é, ӑĕ ævŭmae.uʊm/ “eternidade”
oe posterior arredondado para anterior não arredondado médio /oe/ [oe̯] œligatura ó–é, ŏӗ fœtĭdŭs /ˈfoe.tɪ.dʊs/ “fétido”

ConsoantesEditar

Consoantes podiam ser geminadas.

Consoante Descrição fonética Pronúncia Exemplos
m nasal bilabial sonora /m/ mātĕrmaː.tɛr/ “mãe”
ph plosiva bilabial surda aspirada /pʰ/ sphæră /ˈsae.ra/ “esfera”
p plosiva bilabial surda /p/ pōnōpoː.noː/ “ponho”
b plosiva bilabial sonora /b/ ŏbb/ “em direção a”
f fricativa labiodental surda /f/ fĕrōfɛ.roː/ “levo”
n nasal alveolar sonora /n/ nātănaː.ta/ “filha”
th plosiva alveolar surda aspirada /tʰ/ thĕmăɛ.ma/ “tema”
z africada sibilante alveolar sonora /d͡z/ zēlŭsd͡zeː.lʊs/ “zelo”
t plosiva alveolar surda /t/ rŭĭt /ˈrʊ.ɪt/ “apressa‐se”
d plosiva alveolar sonora /d/ dīcōdiː.koː/ “digo”
s sibilante alveolar surda /s/ sĭlvăsɪl.ua/ “selva”
rh múltipla vibrante alveolar surda /rʰ/ [r̥] dĭărrhœă /dɪ.ar.ˈoe.a/ “diarreia”
r múltipla vibrante alveolar sonora /r/ īră /ˈiː.ra/ “ira”
l aproximante lateral alveolar sonora /l/ lŭs /ˈma.lʊs/ “mau”
ch plosiva velar surda aspirada /kʰ/ pŭlchĕr /ˈpʊl.ɛr/ “pulcro”
c, k, q plosiva velar surda /k/ cælŭmkae.lʊm/ “céu”, qŭī /kuiː/ “que”
g, obsoleto c plosiva velar sonora /ɡ/ gēns /ɡeːns/ “raça”
h fricativa glotal surda /h/ trăhō /ˈtra.hoː/ “puxo”

Observação: As consoantes ph, th, z, ch, k e rh foram usadas principalmente para transcrever palavras do grego antigo. Respectivamente, correspondiam às letras gregas fi, teta, zeta, chi, capa e (inicial ou geminado).

Separação silábicaEditar

Consoantes tinham prioridade ao ataque da próxima sílaba. Esta regra constava para todas as consoantes singulares, mas somente os encontros consonantais que o latim permitia iniciar uma sílaba. Geralmente, com a exceção de tl, plosivas surdas precedendo líquidos (r ou l), sucedendo s ou ambos eram permitidos no ataque, bem como gn, x (cs), (com u consonantal) qu, gu e su.

Palavras compostas eram separadas de acordo com seus constituintes.

AcentuaçãoEditar

O acento primário, indicado por uma linha vertical, caía na antepenúltima sílaba ou na penúltima sílaba se esta apresentasse uma vogal longa, um ditongo ou terminasse em uma consoante.

Contrações seguiam a acentuação de suas formas padrões.