Utilizador Discussão:ValJor/2011/12

Discussões ativas


Étimo

Val, lembra que uma vez eu perguntei porque de o Wikcionário chamar Wikcionário e não por exemplo Wikicionário? Por esse ultimo ser mais afeito ao modo de grafar lusófono na atual conjuntura. Bem, ao que parece o nome cá do nosso projeto é uma transliteração direta do termo Wiktionary do inglês, não?

Pois veja a supressão de do i interconsonantal entre o k e o c, que não ocorre por exemplo na palavra Wikipédia que ostenta o i interconsonantal entre o k e o p como no original em inglês é um indício disso, indício de que o vertebe Wikcionário é um empréstimo do inglês, ou não?

--O ec (Discussão) 14h23min de 1 de dezembro de 2011 (UTC)

Re: Étimo

Citação: Você escreveu: «Anyway, por que você está trazendo esse assunto à baila de novo? :-) Achei que já havíamos resolvido a questão...»

Só queria me certificar de que era sem sombra de dúvidas o termo Wikcionário um empréstimo transliterado e não algo surgido, amalgamado de wiki+dictionarium ou algo similar e partir desses, já em domínio lusófono, o étimo ajuda a entender, por agora, que o que parece ser uma elisão em português, não o é, conforme a resposta que me deste, que só fora feito uma transliteração pura, simples e o mais direta possível do termo original inglês.

--O ec (Discussão) 19h18min de 1 de dezembro de 2011 (UTC)

Agradecimento

Obrigado! Vinnysantin (Discussão) 00h25min de 2 de dezembro de 2011 (UTC)

RE: Fuleragem

É Claro. Super usado aqui.

  • Ele é um homem fuleragem.
  • Não apoio estas coisas fuleragens que ele faz.
  • Ele vendeu um produto fuleragem para mim.
  • Só se envolve com negócio fuleragem.
  • Trabalho fuleragem o que ele faz.

Mas mais comum que o uso como adjetivo é este uso, que acho que funciona como substantivo:

  • Ele é um fuleragem.

Que quer dizer que é um malandro. Por exemplo, um homem que não quer trabalhar mas cobra as comissoes, faz as coisas pela metade, nunca certo, tem uma vida boêmia. Acho que coloquei esse significado errado lá, funciona como substantivo quando fala de calaceiro, imprestável.

MetalBrasil (Discussão) 20h56min de 6 de dezembro de 2011 (UTC)

Translineação

Olá Val, quanto aos verbetes que dão conta da translineação, tem-se um leiaute indicável de como dispor esse tipo de informação? E só para fim informacional confirmativo, essa informação é aceitável dado a presença, não?

--O ec (Discussão) 08h46min de 7 de dezembro de 2011 (UTC)

re: Translineação

Não ví todos ainda mas acho que podem ser 55 deles, usando a ferramenta de pesquisa cá mesmo do Wikcionário.

[[1]] --O ec (Discussão) 08h56min de 7 de dezembro de 2011 (UTC)

PALAVRA PAPANGÚ

Ola! Percebi que vc não aceita muito bem a palavra papangú, uma gíria cearense comumente utilizada, no wikcionário.... vc mesmo já retirou-la 2 vezes de circulação... qual o motivo???

o comentário precedente não foi assinado por 177.21.96.29 (discussão • contrib.)

Dúvida

Dando uma lida na discussão na esplanada, lí de leve o verbete history, a pouco tempo eu perguntei sobre a translineação em português, então ficou claro que no campo do enunciado dos tópicos (abaixo dos cabeçalhos de 2º nível: substantivo, verbo, etc) dos verbetes fica disposto a silabação do ponto de vista ortográfico do idioma certo Val?

Quer dizer que a silabação alí é base para translineação, certo? E quem quizer ver a divisão silábica do ponto de vista fonético tem de procurar por essa informação no tópico pronúncia dos verbetes.

Até aí estou certo?

A pergunta que tenho é, o mesmo se aplica ao inglês, não é? Lá eles chamam de hifenização/hifenação (hyphenation), ou eu estou errado? Quer dizer que o enunciado do tópico substantivo do verbete history que está grafado his.to.ry deveria estar como hist.o.ry (talvez com/sem a notação da tônica)? É que o modelo do livro de estilos fala só do português e espanhol (demonstra), mas como cada língua tem especificidades próprias eu gostaria que me esclarecesse o quê é que é certo nesse caso.

--O ec (Discussão) 21h58min de 11 de dezembro de 2011 (UTC)

Re: Dúvida

Sem dúvida ajudou, evita-me fazer intervenções que possam ser mais que equívocas.

--O ec (Discussão) 11h18min de 12 de dezembro de 2011 (UTC)

"Pré-definição"

Val, olá de novo, poderia me dizer o essa pré-definição faz "Predefinição:flex.en.ves"? não tem descrição de uso lá.

--O ec (Discussão) 15h35min de 12 de dezembro de 2011 (UTC)

Re.: Redefinições de predefinições

Então, alguns wikcionários usam como predefinições de idiomas o código iso de três caracteres, ao invés de dois, então o meu objetivo era ajudar futuros editores estrangeiros que viessem tentar editar o wikcionário (e que não são raros aqui), e também facilitar a procura por nomes de idiomas por editores estrangeiros. Eu vejo mais utilidade na existência desses redirecionamentos do que na não existência dos mesmo, de que forma a não existência deles poderia ajudar o projeto? --Jesiel 15h37min de 12 de dezembro de 2011 (UTC)

A minha opinião sobre isso é que os redirecionamentos de categorias dão mais trabalho que ajudam. Na wikipédia eles mantém essas categorias redirecionadas com avisos de 'categoria não mais usada' e pedem por favor para os editores utilizarem a categoria nova, mas se a categoria aparece como azulada ninguém vai atrás dela pra saber se ela é redirecionamento ou não, então as categorias acabam cheias de verbetes dando trabalho pros outros editores fazerem a troca.--Jesiel 16h01min de 12 de dezembro de 2011 (UTC)

Diabo e Santo

Bloqueie o usuário Trinta e Um pois ele é o nosso clássico usuário banido.--187.37.246.249 22h07min de 12 de dezembro de 2011 (UTC)

Outra caixa de declinação/flexão

Val, a caixa de flexão no segmento em italiano do verbete abusive está com problemas que eu sozinho não dou conta de resolver.

--O ec (Discussão) 14h35min de 13 de dezembro de 2011 (UTC)

Val, sem querer parecer impertinente, e podendo corroborar, tenho de perguntar, a definição em inglês abrigada sob a entrada do verbete ade é acerca de um substantivo ou se refere ao sufixo -ade?

--O ec (Discussão) 15h17min de 13 de dezembro de 2011 (UTC)

Val, eis que me deparo com uma certa variação na formatação da seção pronúncia, eu copiei a que me baseio de um verbete que já não me recordo, que é a seguinte:

Áudio:   nome do verbete (Estados Unidos) fonte ?

Agora tem esse daqui:


ex: -->> administer

Qual é a mais indicável? Esse que tem recuo+a palavra áudio à frente :'''Áudio''': ou esse segundo mais simples?

E já aproveitando, emendo, uso-se aspas ou não se usa no campo que aparece o nome do verbete nesse seguimento dos verbetes, como o exemplo acima que eu estou até então me baseando?

--O ec (Discussão) 16h44min de 15 de dezembro de 2011 (UTC)

Re: Categoria:Zoologia (Chamorro)

Não, foi engano mesmo :). É a "confusão" que por vezes faço entre o tópico e o interwiki inglês. Malafaya disc. 10h57min de 16 de dezembro de 2011 (UTC)

Re: Parênteses no nome de idioma

Citação: Você escreveu: «Por favor, não coloque parênteses no cabeçalho de idioma como fez nos verbetes 列支敦斯登 e 瓦都茲, pois eles terminaram aparecendo na lista de verbetes com problemas (seção "Outros"). Será que você poderia consertar esses dois verbetes?»

Olá, ValJor!

Certamente, posso consertá-los. Mas preciso dizer que o jeito como é usado o cabeçalho Chinês é uma bagunça. Às vezes ele é usado como a família de línguas chinesas (mandarim, cantonês, hakka, etc.), que é como eu acho que devia ser usado, e às vezes ele é usado como sinônimo de mandarim, o que pra mim parece errado.

Se não me engano, já foi discutido isso na Esplanada anteriormente, mas parece que não se chegou a um consenso. Por mim, deveríamos ter uma categoria Mandarim, assim como temos categorias Talian, Valenciano, Normando e Bósnio/Croata/Sérvio.

--50.12.144.17 18h52min de 16 de dezembro de 2011 (UTC)

Estive para levantar esse assunto há uns dias. Será que deveríamos, tal como temos certas línguas estruturadas, um idioma "chinês"? Como o chinês é considerada uma macro-língua, incluindo, para além do mandarim idiomas que têm a sua categoria própria aqui, como gan, min nan, cantonês, wu..., será que o que faz sentido não é ter uma categoria mandarim, e acabar com a do chinês genérico? Como não percebo assim tanto do assunto, não queria propor a solução, mas consultar que pudesse entender mais do assunto. O negócio do servo-croata é semelhante? Já nem falo no do norueguês... Malafaya disc. 20h02min de 16 de dezembro de 2011 (UTC)
Sim, Malafaya, o servo-croata aqui funciona como o norueguês. Pelo menos é assim que tenho feito. As palavras em norueguês são todas categorizadas sob Norueguês. Se estiverem grafadas no padrão dano-norueguês, entram nessa categoria também; se estiverem em novo norueguês, vão para lá. No caso do servo-croata, todas vão para essa categoria. Se ela for usada em cada uma das variantes (bósnio, croata e sérvio), vão pra elas. Da minha experiência aqui, poucas não são usadas nas três (o croata que parece se diferenciar um pouco mais).
No caso do valenciano, que não é considerado uma língua pelo Ethnologue, sempre que confirmo que a palavra aparece lá, ela vai pro Catalão (que seria a verdadeira língua) e pro Valenciano. Por sinal, o valenciano deveria ser só uma subcategoria do Catalão, assim como o Calabrês é do Napolitano, o Jersês é do Normando, etc., mas já existiam várias subcategorias do Valenciano. Preferi não "comprar essa briga"...
No caso do chinês, não acho que precisamos acabar com o "chinês genérico". Com certeza os hanzi teriam que ficar ali, já que são comuns a alguns, se não todas, as línguas chinesas. Mas as palavras em si poderiam ficar na categoria Chinês e nas categorias necessárias, principalmente o Mandarim.
--50.12.144.17 03h37min de 17 de dezembro de 2011 (UTC)
  • o jeito como é usado o cabeçalho Chinês é uma bagunça: concordo plenamente. Os verbetes em caracteres sino-japoneses de um modo geral estão um caos. Já pensei mais de uma vez em consertar essa bagunça, mas sempre tenho algo mais urgente ou mais interessante para fazer aqui no nosso projeto.
  • Se não me engano, já foi discutido isso na Esplanada anteriormente, mas parece que não se chegou a um consenso: exatamente. Não chegamos a um consenso, entre outras razões, pois precisaríamos de alguém que tomasse a peito a tarefa de consertar isso tudo. E como o trabalho é gigantesco, ninguém se habilita...
  • Por mim, deveríamos ter uma categoria Mandarim / será que o que faz sentido não é ter uma categoria mandarim, e acabar com a do chinês genérico?: eu só não quero que fiquemos em descompasso com os outros grandes wikcionários... Se for isso o que os outros estão fazendo, então concordo. Se formos ser os "diferentes", aí acho melhor tomarmos cuidado...
  • Por sinal, o valenciano deveria ser só uma subcategoria do Catalão: por mim se ninguém a considera uma língua, então nem deveríamos nos ocupar dela. Talvez ter um apêndice, no máximo.
  • Com certeza os hanzi teriam que ficar ali, já que são comuns a alguns, se não todas, as línguas chinesas: muitos dos ideogramas chineses são usados também em japonês e em menor extensão em coreano e em menor extensão ainda no vietnamita. Talvez deveríamos ter uma categoria só para "caracteres sino-japoneses", como os franceses fazem?
Esta discussão já está ficando grandinha. Não acham que deveríamos transferi-la para algum outro lugar? Como Categoria Discussão:Chinês, por exemplo?
--Valdir Jorge  fala!
19h32min de 17 de dezembro de 2011 (UTC)

Olá Val, Val, o LE (livro de estilos) aqui do wikcionário é equivalente ao ELE (Entry layout explained) do wikcionário anglófono?

--O ec (Discussão) 15h55min de 17 de dezembro de 2011 (UTC)

LE

Então, Val, não vejo melhor lugar para dispor que só os verbetes em português (a parte em/contendo o português) devem ter uma seção de traduções à outros idiomas, umas poucas palavras informativas ali acerca disso seriam bem providenciais. Se é que são cabíveis, lá no ELE isso se dá, há uma referência a isso.

--O ec (Discussão) 20h11min de 17 de dezembro de 2011 (UTC)

LE

Quanto ao aviso concernente, de que só o português tem de receber uma seção de tradução, boa, isso nos põe no rumo certo, afinal se alguém quizer ver a tradução de uma outra língua a outra lingua tem toda a wikicionariosfera a tira colo num simples clicar. Espero contudo que antes de que eventuais contribuidores venham a suprimir as ditas seções de traduções presentes em outros idiomas, que os mesmos tenham presença de espírito e possam caso seja possível e ali esteja contido, baldear a informação aproveitável antes.

--O ec (Discussão) 15h52min de 22 de dezembro de 2011 (UTC)

Re: LE

Citação: você escreveu: «Tanto quanto eu saiba, todas as seções de tradução presentes em vocábulos de língua estrangeira são meras cópias das respectivas traduções presentes nos verbetes portugueses correspondentes. Penso que não perdemos nada com a eliminação desse material.»

Concordo, possivelmente a maioria deva mesmo ser uma simples replicação, não estou retrucando, até porque não há nada sendo discutido objetivando uma decisão ou saber quem tem razão, porém cabe dizer, que já encontrei alguns poucos que tinham coisas aproveitáveis que não constavam no respectivo local adequado junto do verbete em português, não é nada gravíssimo que nos leve a arrancar os cabelinhos, um que me lembro de cabeça era sing ver aqui a transliteração do grego ali, não estava em cantar, o Malafaya a inteirou entre outras (aqui) (bem, só citando para futura referência a um eventual novato, até porque eu vos apurinhei com isso a fim de aprender, :) ); se minha memória volátil não me engana lembro me de ter visto um ou outro em que constavam traduções (wikilinkes) de/para o inglês à outros idiomas como italiano, francês, etc, analogamente ao caso do verbete sing, de cabeça right acho que sirva como um exemplo mínimo/tosco, possivelmente a info ali no caso desse verbete em particular caso seja suprimida e não baldeada, possa ser reinteirada de outras fontes facilmente conforme os ditos verbetes em outros idiomas forem sendo adicionados e wikilinkados, cabe ressaltar que só achei esse tipo de coisa em determinados verbetes.

--O ec (Discussão) 22h03min de 22 de dezembro de 2011 (UTC)

Traduções e info a respeito

Olá Val, Val é próprio por notas junto das traduções? Pois no verbete a, não só temos "as notas (algumas em inglês, até)", mas também exemplos; se for escorreito, lá ficará, mas se não for o sítio mais adequado, os verbetes de aterrizagem das traduções wikilinkadas me parecem ser o local mais adequado? O que é certo nesse caso?

--O ec (Discussão) 16h14min de 24 de dezembro de 2011 (UTC)

Predefinições relacionadas a áudio

Olá Val, ví que você começou uma discussão na esplanada referente a verbetes com as duas predefinições ouvir e áudio, aproveitando o ensejo, peço que me me diga o que se passa como o verbete lock, ele não deveria aparecer na listagem (alguma) em que verbetes com pronúncia fonada (que tem áudio) ficam elencadas?

--O ec (Discussão) 23h25min de 24 de dezembro de 2011 (UTC)

Vírgula

Eu estava de passagem no LE e reparei que a recomendação lá não inclui uma vírgula separando a palavra a ser definida de seu gênero, que é exatamente o contrário do que eu faço. Não me lembro bem, mas acho que em alguma época você já fez uso dessa vírgula. Bem, eu queria saber se você acha ela um incômodo e, talvez, me mostrasse alguma razão pra eu parar de usá-la. --Jesiel 22h17min de 25 de dezembro de 2011 (UTC)

Só para dizer que, à semelhança de vocês, também eu costumo colocar vírgular a separar :). Malafaya disc. 01h07min de 28 de dezembro de 2011 (UTC)

Olá Val, Val não estou conseguindo aplicar a predefinição conj.en.reg.ies de jeito manera, está aparecendo as chavetas quando uso, exemplo se aplicá-la em cry do seguinte modo:

{{conj.en.reg.ies|cr|y}}

O resultado fica com as chavetas aparecendo nas formas verbais que não a no infinitivo, como se aplica essa predefinição aí? Se não tiver jeito será que a presente em try é a melhor a se aplicar?


--O ec (Discussão) 01h16min de 30 de dezembro de 2011 (UTC)

Uso da predefinição conj.en.reg.ies

Olá!

Citação: Você escreveu: «Acabei de corrigir a predefinição, agora deve funcionar. Coloque assim:


{{conj.en.reg.ies|cr}}»

Boa, agora funcionou de boa,   Valeu!

--O ec (Discussão) 12h13min de 31 de dezembro de 2011 (UTC)

Regressar à página do utilizador "ValJor/2011/12".