Apêndice:Terceira declinação do latim

apêndice em construção

DescriçãoEditar

A terceira declinação contém verbetes de todo tipo de sufixo, diferente das outras quatro declinações, cujas partes finais seguem padrões quase sempre regulares (-a na 1ª declinação, -us/-um/-er na 2ª declinação, etc). Pode-se dizer que todo verbete que não se encaixa em nenhuma das outras quatro declinações pertencerá à terceira, dado o seu caráter residual.

O elemento comum a todas as entradas da terceira declinação é o genitivo singular, que será sempre -is.

Existem os três gêneros na terceira declinação, portanto será necessário memorizar o gênero de cada palavra individualmente. Entretanto, é possível fixar alguns padrões para os substantivos neutros, como por exemplo as terminações -men, -ma, -e, -al e -ar. Exemplos: flumen; idioma; mare; animal; altar.

Os substantivos da terceira se dividem em parissílabos e imparissílabos, ou seja, se o nominativo singular e o genitivo singular contêm o mesmo número de sílabas ou não. Como regra, os parissílabos terão o genitivo plural -ium (exemplo: navis, genitivo singular navis e genitivo plural navium) e os imparissílabos, -um (exemplo: libertas, genitivo singular libertatis e genitivo plural libertatum). Há irregulares, como canis, cujo genitivo singular é canis e plural é canum. Também são exceções os substantivos cujo radical termina em duas consoantes juntas; estes sempre terão o genitivo plural -ium, mesmo que sejam imparissílabos (exemplo: nox - cujo radical nas formas declinadas é noct- -, genitivo singular noctis e genitivo plural noctium). Verbetes cujo plural é -ia (como regra, os terminados em -e/-al/-ar no singular) também sempre terão o genitivo plural -ium, mesmo que sejam imparissílabos.

Substantivos de etimologia grega da terceira declinação costumam ser irregulares em alguns dos casos gramaticais, os quais podem ter duas formas diferentes, uma latina regular e outra grega irregular. Por exemplo, tigris tem dois radicais nas formas declinadas: -tigr- ou tigrid-. Assim, o genitivo singular de tigris pode ser tigris ou tigridis. A irregularidade pode acontecer em somente um ou dois casos também, como por exemplo em aer, cujo acusativo singular pode ser aerem (regular) ou aera (irregular). No mesmo sentido, turris pode ter como acusativo singular turrem ou turrim, e seu ablativo singular pode ser turre ou turri.

TabelaEditar

Masculino e
feminino
Neutro
Singular Plural Singular Plural
Nominativo -ēs -a/-ia/-ta
Acusativo -em
Genitivo -is -ium/-um -is -ium/-um
Dativo -ibus -ibus
Ablativo -e -e

ObservaçõesEditar

  • O vocativo é sempre igual ao nominativo, tanto no singular como no plural.
  • Se o verbete for neutro, o acusativo será igual ao nominativo, tanto no singular como no plural.
  • Conforme já foi dito acima, o genitivo plural será -ium se o nominativo e o genitivo singulares tiverem o mesmo número de sílabas - caso contrário, será -um. Prestar atenção nas exceções acima abordadas, como nox e animal.
  • O nominativo plural dos neutros será normalmente -a. No entanto, verbetes terminados em -e, -al e -ar terão o plural -ia (exemplo: animal - animalia). Substantivos de étimo grego terminados em -ma terão o plural -ta (exemplo: numisma - numismata).

Ver tambémEditar