Apêndice:Primeira declinação do latim

DescriçãoEditar

Os verbetes da primeira declinação têm radical fixo e geralmente são femininos. A desinência característica do nominativo singular é -a e a do genitivo singular é -ae. Por essa razão, dicionários de latim devem informar o genitivo singular logo após o verbete, para identificação da declinação - por exemplo, "aquila, -ae".

Existem alguns poucos substantivos masculinos na primeira declinação, geralmente nomes de profissões. Exemplos: agricola ("agricultor"); nauta ("marinheiro"); auriga ("cocheiro"); incola ("habitante"); pirata ("pirata"); scriba ("escritor"); poeta ("poeta").

Por último, nem todo substantivo terminado em -a pertence a este rol. Substantivos terminados em -ma geralmente são de origem grega e se localizam na terceira declinação. Exemplos: thema; poema; clima; axioma; problema.

TabelaEditar

Case Singular Plural
nominativo -a -ae
genitivo -ae -ārum
dativo -ae -īs / -ābus*
acusativo -am -ās
ablativo -īs / -ābus*
vocativo -a -ae
locativo -ae -īs

* A terminação -ābus só é usada na hipótese da nota abaixo, para diferenciação entre masculino e feminino.

ObservaçõesEditar

  • O vocativo é sempre igual ao nominativo, tanto no singular como no plural.
  • Para topônimos, como Roma, existe o caso locativo, com desinências -ae e -is, respectivamente singular e plural.
  • Em algumas expressões, como pater familias, usa-se uma forma arcaica do genitivo: -as.
  • Na hipótese de substantivos com o mesmo radical na primeira e na segunda declinação - variantes masculina e feminina de algo -, os casos dativo e ablativo no plural terminarão em -is. Por exemplo, filius e filia terão a forma "filiīs". Para evitar a ambiguidade, a variante feminina poderá ter o dativo e ablativo plurais -ābus, quando for necessário diferenciar do masculino. Assim, o dativo/ablativo plural de "filia" pode ser "filiīs" ou "filiābus" ("para as filhas", "pelas filhas"). Outros exemplos de pares do tipo são: equus/equa; deus/dea; animus/anima.

Ver tambémEditar