Composição de bandeiras de países e regiões que falam português PortuguêsEditar

SubstantivoEditar

Qui.e.ve, próprio

  1. grafia alternativa de Kiev
    2005, Instituto Internacional da Casa de Mateus, Globalização e migrações, Impr. de Ciências Sociais, página: 263
    • para Quieve em Outubro de 2002
    1986, Fernando Namora, URSS mal amada, bem amada: crónica, Bertrand Editora, página: 121
    • Chamaram-no inesperadamente a Quieve.
    1965, Sven Hassel, Monte Cassino: edição em português, MHABooks , página: ?
    • Desde Quieve não vejo uma debandada assim.