Diferenças entre edições de "Wikcionário:Esplanada/Arquivo/2012/Novembro"

 
:Diabo, respondo e comento com honestidade e sem atropelos as tuas questões. Espero que o faças da mesma forma, sem pérolas nem porcos. [[Usuário:Malafaya|Malafaya]] 17h53min de 19 de agosto de 2009 (UTC)
 
<small>''' Ok. Não falo mais em pérolas nem em porcos... Daqui para a frente só falo em "calhaus com olhos"!<br> Não vale a pena chorar mais sobre o leite derramado — se o fizestes ou não o fizestes é um problema teu, mas lá que o pareces teres feito isso parece; para mim de boas intenções está o inferno cheio <br> Mesmo que consigas repor os camonismos como estavam antes do Jesielt "marrar" com eles ainda faltará resolver a minha dignidade — já não tenho idade para aturar miúdos como o Jesielt nem pessoas como o ValJorge que não sabem viver e deixarem viver<br> Marcar as palavras que constam n'Os Lusíadas, indicar o número de ocorrências e as rimas utilizadas por Camões é apenas uma tarefa fastidiosa mas necessária para as tarefas que se iam seguir: adequar a significação da entrada aos significados dados pelo poeta porque como sabes melhor do que eu, Camões, no poema, consegue usar a mesma palavra com dez ou quinze significados diferentes; indicar a divisão silábica dos versos e marcar as sílabas tónicas; categorizar a flora, a fauna, a geografia, a história e as figuras gramaticais, etc., etc.. <br> Paciência. Os calhaus com olhos não querem ver e com cegos por vontade própria não há nada a fazer. Como um dos últimos mercenários do Império Colonial Português já estou habituado a perder colónias e guerras... <br> Como vês, a única saída airosa para «o capítulo do dramalhão mexicano...» é simples — apagar todos os camonismos o mais rápido que conseguirem porque outras soluções acabam sempre por ser lixo debaixo do tapete com o rabo de fora e, se mudarem de idéidas, o que eu não acredito que o façam, a informação sempre pode ser recuperada . <br> A bem da língua oficial do Brasil, de Portugal, de Angola, etc. que é a mesma, mas já o mesmo não se pode dizer das línguas maternas.<br> Lamento que n'Os Lusíadas não conste qualquer feito dos Malafaias.<br> Pede ao ValJorge para me voltar a bloquear. Está bem?</small>'''
15 237

edições